quinta-feira, 2 de março de 2017

EM SÃO LUIS DEU FAVELA DO SAMBA

THIAGO BASTOS - DA EQUIPE DE O ESTADO
 Agremiação do bairro do Sacavém contou a história do Teatro Arthur Azevedo na passarela e ganhou, ontem, o 18º título de sua história

A Favela do Samba comprovou a hegemonia dos últimos anos e conquistou o Carnaval 2017 na capital maranhense. Em uma apuração marcada pela desorganização e atrasos, a agremiação do bairro do Sacavém, que contou a história do Teatro Arthur Azevedo na passarela, ganhou o 18º título de sua história.

A apuração das escolas de samba começou por volta das 18h30 de ontem, quase três horas após o início da divulgação das notas, que aconteceu no Teatro da Cidade de São Luís. Até o quarto quesito (Bateria), a Favela disputava ponto a ponto com Turma do Quinto, Turma de Mangueira e Marambaia. No quesito seguinte (Fantasia), a escola do Sacavém ficou à frente na classificação.

PORTELA CAMPEÃ 2017 APÓS 33 ANOS



Após disputa décimo a décimo com a Mocidade, a Portela vence o seu 22º título do Carnaval, o que não acontecia desde 1984. Nenhuma caiu.Após 33 anos de jejum, a Portela foi a campeão do Desfile das Escolas de Samba do Rio. A disputa foi acirradíssima com a Mocidade Independente, decidida apenas no último quesito, enredo. A Portela obteve 269,9 pontos, contra 269,8 da Mocidade Independente. Portela e Mangueira começaram na frente, mas a Mocidade conseguiu superá-las na Comissão de Frente e ficou na frente até o último quesito, Enredo, quando levou dois 9,9.

Classificação do Carnaval do Grupo Especial
1. Portela - 269.9
2. Mocidade - 269.8
3. Salgueiro - 269.7
4. Mangueira - 269.6
5. Grande Rio - 269.4
6. Beija-Flor - 269.2
7. Imperatriz - 268.5
8. União da Ilha - 267.8
9. Vila Isabel - 267.4
10. São Clemente - 267.4
11. Unidos da Tijuca - 266.8
12. Paraíso do Tuiuti - 264.

Como a Portela conseguiu todos os dez, a deixando a ponta para os portelenses, que tiveram como enredo "Foi um Rio que Passou em Minha Vida", uma alusão ao samba de um portelense famoso, Paulinho da Viola, mas que falou sobre a Água. Este foi também o terceiro título do Carnavalesco Paulo Barros, considerado o melhor do Carnaval e que ganhara outros dois carnavais com a Unidos da Tijuca. Este foi o 22 título da Portela e o primeiro que ganhou individualmente desde 1970, pois em 1980 foi campeã em empate tríplice com a Imperatriz Leopoldinense e a Beija-Flor; e em 1984 dividiu com a Mangueira. Neste de 1984, o primeiro do Sambódromo, há uma polêmica: a Portela venceu o desfile do domingo, a Mangueira venceu o de segunda-feira e ocorreu um supercampeonato no sábado das campeãs, quando deu Mangueira. Alguns consideram apenas a Mangueira campeã. Mas a Liesa (que é o oficial) considera as duas vencedoras. 

SHOW NA AABB - HAPPY HOUR